Como plantar abóbora na sua horta.

2.552

A abóbora é um legume cuja cultura é muito difundida no nosso país. Também é conhecida como jerimum e como moranga ou mogango e com espécies diversas entre as quais as mais conhecidas são a chila e a abóbora porqueira. É uma planta anual, geralmente trepadeira, de talo oco e com grandes folhas verdes. Dá flores grandes, amarelas ou alaranjadas, conhecidas pelo nome de cambuquira.

A abóbora tem tamanho e formato diferente conforme a variedade, mas sua forma mais comum é a redonda, um pouco achatada em cima e embaixo. Em geral, tem a pele lisa (apenas algumas variedades têm superfície rugosa) e aparência de gomos. Quanto à cor, a abóbora pode ser verde, amarela, branca, vermelha, alaranjada ou com listras coloridas.

A abóbora é um legume de alto valor nutritivo. Contém caroteno (como a cenoura), um elemento ótimo para fortalecer a visão, vitaminas do complexo 13 e sais minerais (cálcio, fósforo e ferro). Além de ter poucas calorias, é de fácil digestão, sendo um ótimo alimento para crianças ou para adultos com problemas no aparelho digestivo.

Qual o melhor clima para o cultivo de abóbora?

A planta das abóboras gostam de calor mas não em excesso. As abóboras crescem melhor em clima moderadamente quente, sendo o ideal temperaturas médias acima de 18°C e abaixo de 27°C. Geralmente estas plantas não se dão bem com temperaturas abaixo de 10°C, podendo ficar danificadas ou debilitadas com temperaturas abaixo de 10ºC e não suportam geadas. As espécies C. máxima e C. pepo são mais tolerantes a temperaturas mais baixas do que as espécies C. moschata e C. argyrosperma, que suportam melhor altas temperaturas.

Qual a melhor luminosidade para cultivo de abóboras?

É um fato que as abóboras e morangas tem um melhor crescimento e maturação em locais ensolarados, contudo também podem ser cultivadas com sombra parcial, desde que haja bastante luminosidade ou tempos do dia em que consigam apanhar um pouco de sol.

Qual é o tipo de solo ideal para cultivar abóbora?

Este tipo de planta gosta de solo bem drenado, fértil, rico em matéria orgânica e com boa disponibilidade de nitrogénio. A nível de acidez o PH ideal do solo para a abóbora varia entre 5,5 e 6,8. Mas deve haver cautela, a aplicação de calcário no solo com pH elevado, pode dificultar a absorção de alguns nutrientes pelas plantas e pode torná-lo alcalino, salino e impróprio para o cultivo

Que irrigação precisa a abóbora para crescer viçosa?

A abóbora gosta de solos sempre húmidos, mas atenção, sem que fique encharcado por isso pode danificar a planta. Quando já são adultas, as plantas podem ser resistentes a curtos períodos de seca.

A aboboreira é uma planta que geralmente cresce bastante, dessa forma uma vara pode ser colocada na vertical no local onde as sementes são semeadas de forma a marcar o centro da futura planta, permitindo posteriormente direccionar a irrigação para a raiz principal da planta e assim evitar o desperdício de água.

Como plantar abóbora:

Deverá colocar as sementes de abóbora ou moranga no local onde pretende ter a planta definitivamente, fazendo a preparação da terra numa cova de cerca de 45 cm de profundidade para amolecer e arejar a terra. Em cada cova deve ser feita a fertilização do solo com esterco bem curtido, húmus de minhoca ou composto orgânico. Após preparada a terra dessa cova, regue ligeiramente e coloque 2 ou 3 sementes nesse espaço a uma profundidade de cerca de 2 cm. Tenha em conta que este tipo de sementes não germina bem se for colocada a demasiada profundidade.mudas de abóbora

Em alternativa à sementeira definitiva, poderá colocar as sementes em vasos pequenos, e proceder posteriormente à transplantação das mudas de abóbora para o local definitivo quando as mudas estejam já compostas por três folhas, essa será a altura ideal para a transplantação das mudas para o lugar de plantação definitivo.

Como cultivar Abóbora – Tratos e efetuar:

Na fase inicial do cultivo, é muito importante que retire as plantas invasoras que estejam a concorrer pelos nutrientes e recursos da sementeira.

Tal como outras cucurbitáceas, as aboboreiras são monoécias, o que quer dizer que apresentam flores masculinas e flores femininas, embora cada unidade da planta produza ambos géneros de flores. Cada flor tem a sua função, as flores masculinas produzem pólen e não formam frutos, já as flores femininas possuem um ovário inferior que faz lembrar uma minúscula abóbora, sendo esta parte da planta que se desenvolve quando a flor é polinizada.

Assim como em muitas outras espécies, a presença de insetos polinizadores, principalmente abelhas, é necessária para a polinização das flores e a formação dos frutos. Se não houver abelhas e não houver formação de frutos, deverá realizar a polinização das flores manualmente com a ajuda de um pequeno pincel de cerdas suaves, tratando de transferir o pólen das flores masculinas para as flores femininas. Outra técnica também usada e alternativa é colher algumas das flores masculinas e esfregar levemente as anteras carregadas de pólen destas flores no estigma das flores femininas.

Quando a floração da aboboreira se inicia, as primeiras a aparecer são as flores masculinas. Por sua vez as flores femininas só começam a aparecer bastante tempo depois (geralmente entre duas e seis semanas). Por esse motivo não estranhe que o aparecimento das flores com o fruto demore a aparecer. Temperaturas mais altas e dias longos tendem a aumentar a proporção de flores masculinas, que geralmente são sempre mais numerosas que as flores femininas. As flores se abrem apenas por algumas horas, no início da manhã.

Algumas espécies híbridas de abóbora podem produzir menos flores masculinas e muito pouco ou mesmo nenhum pólen, por esse motivo outras cultivares de abóbora da mesma espécie deverão ser cultivadas no mesmo local para ajudarem à polinização dos híbridos (informe-se com o fornecedor das sementes híbridas sobre quais cultivares são adequadas para a polinização).

cultivar abóbora chila

De modo geral as abóboras, fornecem abundantes colheitas, contudo o seu cultivo possui os seguintes requisitos:

– espaço suficiente (visto que espalham bastante).
– solos com boa drenagem.
– solos ricos em matéria orgânica.
– solos profundos.
– bons recursos hídricos.
– algum sombreamento.

Períodos normais de sementeira:

Espécie Chila – Janeiro a Junho. (variedade de grande desenvolvimento, com muitas ramificações)

 Espécie Menina – Abril a Julho. Semear em elevações pequenas e intervaladas de 1,5 m, com 2 a  5 sementes em cada elevação.  Cobrir com uma camada de terra fina de 2 cm.  Se necessário desbastar até ficarem as 3 melhores plantas em cada elevação.

Espécie Porqueira – Abril a Julho. (seguir o mesmo procedimento da abóbora Menina)

– Distância entre linhas 200 – 250 cm
– Distância entre plantas 100 – 150 cm
– Profundidade de sementeira 2 – 3 cm
– Tempo de germinação 8 a 10 dias

No cultivo tradicional, a abóbora era semeada juntamente com cultivo de feijão e milho, prática conhecida e utilizada há muito tempo.
Este hábito de cultivo beneficia as abobreiras com a absorção de azoto pelo feijão, assim como da sombra do milho e da rega que este exige.
Outras plantas benéficas para cultivo com as abóboras: chagas (atraem os insetos polinizadores), os rabanetes (semeados com a abóbora, ficam prontos ainda antes de as abóboras recobrirem o solo com as suas folhas).

cultivo de abóbora

Capação – como capar abóboras:

O processo de capação da abóbora consiste no corte da rama principal após a emissão da terceira ou quarta folha, cerca de 35 dias após a semeadura, com o objetivo de induzir o menor crescimento da planta e uma maior ramificação da planta. Este processo auxilia na economia de espaço ocupada pela planta e geralmente serve para que os frutos sejam em menos quantidade mas em melhor qualidade.

Colheita das abóboras:

A colheita das abóboras pode começar geralmente de 85 a 150 dias depois do plantio, dependendo da cultivar e das condições de cultivo. Deverá colher a abóbora quando o talo do fruto ficar amarelo ou acastanhado, podendo até chegar a rachar em algumas espécies. No caso de não consumir a abóbora num espaço curto de tempo, deve colher a abóbora deixando o maior comprimento de talo possível. Deverá ter em conta que os frutos sem talo tendem a estragar-se mais rápido e são muito menos valorizados quando são utilizados para fins de decoração.

A colheita das abóboras possui alguns cuidados essenciais, à excepção das aboborinhas que se consomem imaturas, todos os frutos devem ser colhidos com maturação evidente, ou seja, cerca de três semanas após o começo da secagem da planta-mãe.

Este simples procedimento vai garantir melhor conservação das abóboras, assim como maior viabilidade e vitalidade por parte das sementes.

Tempos normais de colheita:

Chila – Maio a Outubro.
Menina – Setembro a Dezembro
 Porqueira – Setembro a Dezembro

Nota final: As folhas e flores também podem ser utilizadas como alimento, e as sementes de algumas cultivares são usadas como aperitivo, depois de torradas e salgadas. Óleo pode ser obtido das sementes, e existem cultivares especialmente adaptadas para este objetivo.

você pode gostar também

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies Mais informação

Este site utiliza cookies para melhorar a navegação. De acordo com as leis europeias ao navegar neste site concorda com a utilização de cookies

Close